domingo, 31 de dezembro de 2017

Do not expect,period!
Como dizia um Mestre da minha Mestre:
''Não tenhas planos para a vida, para não estragares os planos que a vida tem para ti.''


sábado, 23 de dezembro de 2017

O problema é cá dentro

Resultado de imagem para navio fuerteventura

Para compreender como o sofrimento aparece, pratique observar sua mente.
Neste espaço da mente não há problemas não há sofrimento. Então, alguma coisa prende sua atenção – uma imagem, um som, um cheiro. Sua mente se subdivide em interno e externo, “eu” e “outro” sujeito e objeto. Com a simples percepção do objeto, não há ainda nenhum problema,
Porém, quando você se foca nela, nota que é grande ou pequeno, branco ou preto, quadrado ou redondo. Então você faz um julgamento – por exemplo, se o objeto é bonito ou feio. Tendo feito esse julgamento, você reage a ele: decide que gosta ou não do objeto. É aí que o problema começa, pois “Eu gosto disto” conduz a “Eu quero isto”. Igualmente, “Eu não gosto disto” conduz a “Eu não quero isto”. Se gostamos de alguma coisa, se a queremos e não podemos tê-la, nós sofremos. Se a queremos, a obtemos e depois a perdemos, nós sofremos. Se não a queremos, mas não conseguimos mantê-la afastada, novamente sofremos. Nosso sofrimento parece ocorrer por causa do objeto do nosso desejo ou aversão, mas realmente não é assim – ele ocorre porque a mente se biparte na dualidade sujeito-objeto, e fica envolvida com querer e não querer alguma coisa. O que temos que mudar é a mente e a maneira como ela vivencia a realidade.

Chagdud Tulku Rinpoche, em “Portões de Prática Budista”

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Natal és tu

Resultado de imagem para christmas tree
Natal és tu, quando decides nascer de novo cada dia
e deixar entrar Deus na tua Alma.
A árvore de Natal és tu, quando resistes vigoroso 
aos Ventos e dificuldades da Vida.
Os enfeites de Natal são tu, quando as tuas virtudes
são Cores que enfeitam a tua Vida.
O Sino de Natal és tu, quando chamas, congregas e tentas Unir.
Também és Luz de Natal quando iluminas com a tua Vida
o Caminho dos outros com a bondade, a paciência,
a alegria e a generosidade.
Os Anjos do Natal são tu, quando cantas ao Mundo
uma mensagem de Paz, de Justiça e de Amor.
A Estrela do Natal és tu, quando guias alguém
ao encontro de Deus. És também os Reis Magos,
quando dás o melhor que tens sem importar a quem.
A música de Natal és tu, quando conquistas
a Harmonia dentro de ti..
O presente de Natal és tu, quando és verdadeiramente amigo
e irmão de todos os Seres Humanos.
O cartão-de-Natal és tu, quando a bondade
está escrita nas tuas mãos.
As felicitações-de-Natal são tu, quando perdoas
e restabeleces a Paz, mesmo quando sofres.
A Ceia-de-Natal és tu, quando sacias de pão
e de Esperança o pobre que está ao teu lado.
Tu és, sim, a noite de Natal, quando humilde e consciente,
recebes no Silêncio-da-noite o Salvador-do-Mundo,
sem ruídos nem grandes Celebrações.
Tu és o Sorriso de Confiança e de Ternura
na Paz interior de um Natal perene
que estabelece o Reino dentro de ti.
Um muito Feliz Natal para todos os que se parecem com o Natal.”
Papa Francisco

No way out...