quarta-feira, 28 de junho de 2017

pensamentos

''We don't always get what we deserve in life; we get what we believe we deserve.''




''Life is full of cactus, but you don't have to sit on it.''





''How good can I stand it today?''



quarta-feira, 21 de junho de 2017

Sobre tudo o que tem acontecido nos últimos dias/meses :




"Nós escutamos o barulho do carvalho que cai, mas não escutamos o barulho da floresta que cresce.
 Hoje, fala-se muito das coisas que estão a desmoronar, que fazem barulho, mas o mais importante é aquilo que não se ouve; é preciso prestar atenção às sementes de consciência que estão a brotar." 

Jean-Yves Leloup

quinta-feira, 15 de junho de 2017

''Havia uma Porta... eu não tinha a Chave.

Havia um Véu... eu não podia Ver.

Uma conversa rápida no meio do tempo entre Mim e Ti

Pareceu surgir — e, então, nada mais de Ti e de Mim.''

Omar Khayyam



quinta-feira, 1 de junho de 2017

Parte 4 - Aqui recomeça Twin Peaks




Twin Peaks está de volta.
E apenas para os que viram a primeira e segunda temporada.
Mas se muitos (eu inclusive) esperava que tudo começasse muito lentamente sem grandes mistérios, eis que David Lynch e Mark Frost rebentam com isso.

Tivemos 3 episodios marados.
Marados é pouco.

Twin Peaks enquanto cidade ainda pouco apareceu.
Uma Senhora do Tronco a morrer que transmite mensagem a Deputy Hawk.




Um Cooper ainda perdido no Red Room e vários coopers.... um deles possuido por BOB.

Laura Palmer surgiu uma vez já.

Entretanto dezenas de outros personagens apareceram, noutras terras, noutros mapas.
São peças soltas do puzzle.

São dezenas de minutos por vezes a ver algo que por vezes nem parece Twin Peaks.
Por vezes passamos minutos a ver um relogio, ou uma cena que se repete e repete e repete sempre igual.
E ficamos ali, porque é estranho. E é gostoso.

Então no episódio 4 tudo começa a fazer sentido.

Desenterram-se 25 anos depois a Caixa com Investigação da morte de Laura Palmer.
E ai Bobby Brigs seu antigo namorado, agora policia chega.

Ele olha a caixa.
Ele vê a foto de Laura.

A musica The Love theme volta a jorrar pela primeira vez em 25 anos.
E  ele jorra lagrimas tambem.
E de repente nos estamos ali tambem.
Twin Peaks está ali.
A Emoção FOI DESENTERRADA.
Estamos nós tambem com amnesia....e agora a memoria volta... Laura, laura. laura....


Agora sim Twin Peaks parece começar.


O lado negativo :
Tem sido muito esquisito.
Alguns dialogos são muito lentos. 
Não aparecer ainda cenas com as personagens que todos esperam.
A musica de Badalamenti não é ainda iconica.

Um dos aspectos que todos os fãs perguntam é um só: E Bob?

Ninguém sabe se será substituido.
Se usarão ser digital como o monstro que aparece no primeiro episodio.
Até lá Bob está dentro de um hospedeiro....

Resultado de imagem para season 3 twin peaks cooper bobfinal da Segunda temporada


O Bom Cooper

Bob/Cooper/Doppelganger

e o ..

Dougie....fabricado pelos seres do Black lodge para impedir bom Cooper de sair



Esta noite voltei a ter pesadelos com Bob.
Havia a floresta e as cortinas vermelhas e o Bob igualzinho á cena com Maddy em direcção a mim.
É tão bom ter pesadelos....

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Ir

Resultado de imagem para floating

"Não se agarre a nada.

Agarrar-se é a causa de sermos inconscientes.
Se você começar a se desprender, uma tremenda libertação de energia acontecerá dentro de você.
A energia que estava envolvida no apego às coisas trará um novo amanhecer ao seu ser, uma nova luz, uma nova compreensão, um tremendo descarregar – nenhuma possibilidade para a miséria, a agonia, a angustia.
Ao contrário, quando todas essas coisas desaparecem, você se encontra sereno, calmo e tranquilo, numa alegria subtil.
Haverá um riso no seu ser.
Se você se tornar desapegado, você será capaz de ver como as pessoas estão apegadas a coisas triviais, e quanto elas estão sofrendo por isso.
E você rirá de si mesmo, porque você também estava no mesmo barco antes.
O desapego é certamente a Essência do Caminho.”

Osho

domingo, 21 de maio de 2017

Criar possibilidades

Resultado de imagem para serra da estrela
''Criamos continuamente possibilidades em torno de nós, mas nos surpreendemos quando elas acontecem.
Vigie bem suas ideias e observe como elas criam sua vida. Se alguém pensa que é um fracasso, que não vai fazer nada na vida... Realmente, essa pessoa não irá fazer nada porque sua idéia está criando essa realidade!
Quanto mais ela achar que não,
Cria-se um círculo vicioso!
Quem pensa que vai ter sucesso, é bem-sucedido.


Experimente e você ficará admirado; algumas vezes, nem vai acreditar.

Se um homem pensa que jamais encontrará um amigo, ele não encontrará.
Ergueu em torno de si a muralha da China. Não está disponível e pronto! Ele precisa provar que sua ideia está certa e... Mesmo que alguém se aproxime com grande cordialidade, será rejeitado porque ele precisa provar sua ideia; está muito comprometido com ela!

E pouco a pouco todos se tornarão seus inimigos.
Por isso, observe bem o que pensa e o que deseja... Observe a sua mente.
Você está constantemente criando o que vai colher da sua vida... Quer chova ou faça sol.''

Osho

quarta-feira, 17 de maio de 2017

A Quinta sob o olhar de um fitoterapeuta



De vez em quando adoro ir a quinta dos meus tios em Bucelas.

Estar com os cães, as galinhas, patos, pintos, coelhos, porcos, etc, mas também a variedade vegetal que se encontra. Não só a zona é recheada de belas montanhas e grandiosos vales, mas também de cascatas e caminhos misteriosos.

Claro que existe imenso valor nas couves, nas beterrabas, milho, feijoca, tangerinas, maçãs, pêras, uvas e o resto dos alimentos que a Terra nos dá e que estão cheios de benefícios para a nossa saúde.

Mas existem outras coisas que ninguém repara ou vê e que um fitoterapeuta se delicia :

- as folhas de oliveira, muito boas para hipertensão, estimular defesas e até...pasmem-se ..inibir o cancro do pancreas.

- As folhas de dióspiro que ajudam a regular o metabolismo celular

- As folhas de macieira que ajudam a reduzir glicose e combater a Diabetes.

- A hortelã, muito boa para estômago e intestinos.

- A Convolvulus arvensis que inibe a angiogenese tumoral.

- A Serralha muito boa para estômago.

- A Fumária, optima depuradora e normalizadora da bílis.

- A Nogueira, que não só nos dá nozes, mas cujas folhas ajudam a desparasitar.

- A Laranjeira...com flores podemos combater insónias, com sementes e oleo essencial combater infecções...etc

-  O Dente de leão, excelente tónico para o figado e para o bom funcionamento hormonal.

Entre tantas outras plantas que a maioria das pessoas nem dá o devido valor.

É sempre uma agradável surpresa.

Quem defende a nossa Saúde?

''As barreiras que criaram para proteger os nossos filhos - o governo, os legisladores, as agências de regulação, a imprensa e os dispositivos de segurança do nosso sistema democrático que se supõe que se deveriam levantar entre o poder das Corporações e os nossos filhos - foram corrompidos e destruidos e só sobra uma barreira - os pais.''
Robert F.Kennedy




Acabamos de saber que várias corporações internacionais compraram Associações médicas para se calarem sobre efeito dos refrigerantes no aumento da Diabetes e da Obesidade e patologias decorrentes destas.
Como podemos confiar na Ordem dos médicos, na FDA?
Como podemos confiar em tantos médicos que recebem luvas de farmaceuticas?
Como podemos confiar em tratamentos cheios de toxicidade enquanto algo natural é descartado por não ter lucro?
É este um mundo que queremos viver?

Ainda há alguns dias o Bastonário da Ordem dos Médicos veio ao de cima, todo empolado, criticar a retirada do IVA das Medicinas complementares. Acusou-as de ineficácia (mesmo tendo milhares de estudos sobre fitoterapia, homeopatia e acupuntura) e de apresentar teorias velhas e bafientas sem qualquer uso (recomendava-o olhar para o Alzheimer que teorias cientificas e medicamentos não têm feito nada, pelo contrário, pioram a saúde dos doentes).

Ainda no outro dia um artigo escrito por um medico dizia - Temos com medicina ocidental taxas de cura do cancro infantil na ordem dos 90%.
Grande mentira. Entre 1999-2009 a taxa de sobrevivencia de crianças com cancro foi de 70-78%.
Se destas 10-25% tiver uma recidiva - podemos então dizer que a taxa de cura é inferior a 60%.

A Medicina convencional quando não sabe diagnosticar diz logo que é Virus.
No entanto sabe-se que a epidemia de poliomielite que tantos louvam ter sido erradicada devido a vacinas, sabe-se que coincide com pico de uso do quimico DDT. Aliás, um estudo feito no Ghana mostrou que mesmo em populações vacinadas havia recorrência da doença se estas pessoas estivessem em contacto com DDT.



























Por cada doente que morre devido a alguma terapia natural existem dezenas que morrem da toxicidade. Aspirina, Paracetamol, Antiinflamatorios, a lista é enorme, então se entrarmos na lista dos medicamentos usados em quimioterapia...nem falar.

Mas hoje em dia até existem uns quantos pseudomedicos que tentam mostrar que o que é Natural não é bom. 
Aliás a campanha do dia é - Produtos Naturais podem mesmo piorar a sua saúde! 

Nós sabemos da interacção entre medicamentos e fitoterapia. Quando tenho paciente a tomar aspirina, não lhe vou dar Ginkgo combinado com  Alho.
Mas provavelmente se tomar isto em vez da aspirina pode ter muitos menos efeitos secundários e com bom controlo podemos ter os mesmo resultados.

O Observatório de Interações Planta-Medicamento  lançou uma brochura em que põe na mesma cesta uma data de plantas que Reduzem ou complicam eficácia da Quimioterapia e cirurgia. Então porque não pegar nos milhares de estudos clinicos sobre plantas que REFORÇAM e têm Sinergia com tratamentos e apresentá-los tambem???

Quem lhes deu competência para falar de plantas e não apresentar antes Medicamentos que complicam ou reduzem eficácia da Quimio??

Mas voltemos ao assunto, serão as Ordens médicas assim tão isentas??

Vamos examinar quem Patrocina o Simpósio nacional de oncologia 2016 : Astellas, Bristol Myers-Squibb, MSD, Pfizer, Roche, OmPharma, Astrazeneca, Bayer, Lilly, Sanofi, Merck.....nem consigo contar todos....

Mas como eu acredito que só deve ser neste caso...vamos espreitar o Congresso de Obstetricia e Ginecologia. Ops.... Bayer, Angellini, Sanofi Pasteur, MSD, Roche, Sandoz,Aurovitas, Bial, etc etc

Imaginem que eu criei um produto incrivel. Que faço eu? 
Lanço no mercado, e as organizações deveriam fazer mais testes ao produto para que ele possa ser lançado e se comprove a sua eficácia. Mas elas lá e eu aqui, isenção, cientifismo.
Mas o que ocorre não é isto - eu lanço o produto, eu é que coordeno os estudos, eu é que patrocino os eventos de promoção, eu é que pago (em luvas) aos médicos para o receitarem.... ou seja tudo esta corrompido!

Como é possível que aquele que lança o medicamento seja o mesmo que promove e Legisla o mesmo???

Aliás o Brithish Medical Journal demonstrou em 2009 na sua investigação Clinical Evidence que dos 3000 medicamentos analisados apenas 11% são benéficos e com bons resultados, 24% podem ter alguns benefícios, 7% podem causar danos na saúde apesar de terem alguns benefícios, 8% são claramente ineficazes e 50% não se sabe nada deles.

Alias um grande estudo feito na Australia sobre a contribuição da quimioterapia para o tratamento de cancro em adultos demonstrou um ''belo beneficio'' de 2,3%....leram bem 2,3% de beneficio da quimioterapia. O artigo pode ser encontrado nos links abaixo.


Saiu em agosto uma outra noticia que dava conta que os medicos recebem cada vez mais dos laboratorios farmaceuticos. Quantos medicamentos inúteis andam a ser prescritos?

Tabela que demonstra valor de patrocínios da industria farmacêutica a médicos, ordens, sociedades médicas, associações de investigação clínica, etc.
E estes são os patrocínios declarados!!!!!

Se estou a ser comprado pelas farmacêuticas como posso passar Terapia isenta?
Se estou a ser comprado pelas farmacêuticas como posso passar Medicamentos naturais sabendo que são os outros que me oferecem dinheiro e prendas?

Vivemos numa sociedade corrupta e que quer nos corromper a acreditar que são a Única saída.

E o mais hipócrita da nossa sociedade é que se Uma pessoa é Curada por Terapias Naturais é visto pelo sistema médico como anedótico. Se a pessoa tem complicações é Algo extremamente grave e que todas terapias naturais devem cessar.

No entanto no sistema vigente as mortes e complicações devido a tratamentos alopáticos são vistos como algo normal e sem qualquer desprestigio do sistema.

Hipocrisia, enfim..



http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2016-10-11-Estudo-sugere-que-Coca-Cola-e-Pepsi-gastaram-milhoes-a-comprar-apoios-de-ONG-contra-medidas-de-saude-publica

http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00039896.1967.10664822?journalCode=vzeh20

https://www.researchgate.net/file.PostFileLoader.html?
id=539e4272d11b8b78368b45c5&assetKey=AS%3A273544838090760%401442229580168

http://www.tsf.pt/sociedade/saude/interior/medicos-recebem-cada-vez-mais-dos-laboratorios-5319188.html

quinta-feira, 4 de maio de 2017

A arte de Käthe Kollwitz - a beleza na dor

Resultado de imagem para kathe kollwitz



Resultado de imagem para kathe kollwitz


Resultado de imagem para kathe kollwitz

Resultado de imagem para kathe kollwitz


Käthe Kollwitz - Poverty I:


After the end of the Great War, Germany experienced huge economic difficulties. Artist Kathe Kollwitz, a German native, saw the desperation and hopelessness prevalent in her fellow Germans. Woodcut, The Last Thing,:

Kathe Kollwitz-fantastic renderings and prints. One of my favorites.:


Käthe Kollwitz, "Run Over" (1910).:

Kathe Kollwitz:


Kathe Kollwitz video:



Kathe Kollwitz Pieta Bronze:


Kathe Kollwitz foi uma artista alemã do inicio do Século XX.
Durante a Primeira Guerra Mundial o seu filho mais novo, Peter querendo muito participar na guerra pediu a mãe que desse autorização, uma vez que era menor (16 anos).
A mãe permitiu e incentivou o pai a fazer o mesmo.
Menos de um mês depois, sabem em Berlim que o filho perdera a vida.
Esse evento despoletou ainda mais a veia nostalgica e triste da sua arte, misturando tristeza, revolta e muita culpa.
Grande parte da sua arte representa a sua dor, sendo a sua opus magnum a Sua Pietá com o filho nos braços, no fundo não Maria e Jesus, mas ela e o seu filho.


File:Het treurende ouderpaar - Käthe Kolwitz.JPG
Representados aqui Kathe e o marido, a culpa e a tristeza, num memorial as vitimas da Primeira Grande Guerra.